apartment
03
set

Estilo industrial: a união do rústico e do urbano

Você já decorou algum ambiente com o estilo industrial? O conceito, que hoje é o preferido de muita gente, une elementos de personalidade, como cimento queimado, paredes de tijolos e encanamentos aparentes. A ideia é criar um aspecto rústico, moderno e ousado!

Com espaço para muita criatividade, não é por acaso que o décor hoje toma conta das revistas de decoração e dos ambientes mais antenados. Por isso, preparamos um post especial com as principais características do estilo industrial.

Continue a leitura e descubra como incorporar esse conceito no seu projeto.

Um pouco da história

Foi em Nova York, por volta dos anos 50, que o estilo industrial começou a tomar conta da decoração e da arquitetura. E, acredite, não teve nada a ver com beleza ou opção.

Com o crescimento populacional, era baixa a oferta de bons lugares para viver, ao mesmo tempo em que a cidade estava repleta de galpões e imóveis industriais abandonados após a crise de 29.

Esses espaços, então, passaram a ser ocupados e usados como moradia, principalmente pela classe artística. Essa receita só podia resultar em ambientes cheios de estilo, que uniam as antigas características industriais do imóvel com o toque dos novos moradores.

Foi nessa época que começaram a surgir os studios e os lofts, precursores do estilo industrial, que evoluiu bastante até chegar no conceito atual.

Espaços amplos e confortáveis

Uma das principais características do estilo industrial é o conceito aberto e amplo. Essa sensação é resultado de algumas estratégias, como linhas retas, pé-direito duplo e poucas paredes com revestimentos minimalistas.

Esse aspecto ajuda a trazer uma sensação de que a área é ainda maior, mas é preciso tomar alguns cuidados para que o ambiente não fique frio e impessoal.

A melhor forma de fazer isso é mesclar a arquitetura urbana com móveis e objetos decorativos aconchegantes, como grandes sofás, tapetes felpudos e cortinas. Você pode, por exemplo, compor um delicioso cantinho de leitura, com livros expostos e pufes e poltronas confortáveis, carregados de mantas e almofadas.

Tudo isso, é claro, emoldurado com um revestimento monolítico que ajudará a decoração a ficar ainda mais charmosa!

De olho nos móveis

Em uma decoração em estilo industrial, é comum optar por móveis vistosos e imponentes. O objetivo aqui é compor o ambiente com peças maiores, que encham o espaço amplo sem deixá-lo com uma sensação de vazio.

Para combinar com o clima rústico e moderno, o ideal é apostar em peças que tragam em si aspectos que remetem a um visual retrô, assim como um revestimento industrial, ou cores fortes pontuais. Couro, madeira, resinas, vidro e ferro são alguns dos materiais que têm tudo a ver com a ideia do ambiente.

Como usar o estilo industrial

Bem diferentes dos imóveis do cenário nova-iorquino da década de 50, as casas e os apartamentos brasileiros, tradicionalmente, têm uma arquitetura um pouco mais conservadora. Mas se você não pode ou não quer lidar com uma reforma elaborada, não tem problema: com algumas mudanças é bem fácil incorporar o estilo industrial na decoração, pois existem materiais de simples aplicação e rápida execução que podem deixar seu ambiente moderno e renovado.

O segredo está em apostar em elementos-chave, como os revestimentos, que são a cara do estilo, e nos objetos de decoração com aspecto clean e moderno. Tenha em mente que, nesse décor, a regra de ouro é a de que menos é sempre mais.

Quer buscar mais inspirações? Curtas as nossas páginas nas redes sociais! Esperamos por você no Facebook e no Instagram.