estilo escandinavo charme e simplicidade nos seus projetos
23
out

Estilo escandinavo: charme e simplicidade nos seus projetos

Depois da febre das decorações industriais, o estilo escandinavo é a tendência da vez, aparecendo com destaque nas revistas de decoração, nas mostras de arquitetura e, claro, como principal desejo dos clientes mais antenados.

Simples, minimalista e aconchegante, esse estilo atrai cada vez mais interessados. Porém, é importante compreender que o escandinavo não é simplista, afinal, esconde alguns detalhes que precisam ser muito bem trabalhados.

Quer entender melhor esse estilo? Continue a leitura!

gif;base64,R0lGODlhAQABAAAAACH5BAEKAAEALAAAAAABAAEAAAICTAEAOw== - Estilo escandinavo: charme e simplicidade nos seus projetos

O que é e como surgiu o estilo escandinavo?

Como o próprio nome sugere, esse estilo decorativo surgiu na Escandinávia, no norte da Europa, no século XX. Essa região é composta por países com invernos muito rigorosos: Dinamarca, Suécia, Finlândia e Noruega.

Por isso, o estilo escandinavo conta com inspirações nórdicas (principalmente no uso de artesanatos característicos dessa região), a presença de peles e madeira para aquecer o ambiente e um forte apelo à iluminação (afinal, os longos invernos podem ser “amenizados” com ambientes mais claros).

Apesar de muitas histórias sobre o surgimento desse estilo, sabe-se que o grande influenciador foi o artista sueco Carl Larsson, que costumava retratar em seus desenhos os cômodos da sua casa, sempre utilizando cores neutras, linhas retas e decoração básica.

Outro nome que merece destaque é o dinamarquês Hans Wegner, responsável por agregar mais funcionalidade orgânica ao estilo, difundindo o desenvolvimento de produtos típicos desse tipo de decoração e exportando-os para o mundo.

gif;base64,R0lGODlhAQABAAAAACH5BAEKAAEALAAAAAABAAEAAAICTAEAOw== - Estilo escandinavo: charme e simplicidade nos seus projetos

Quais as principais características?

Para que a decoração seja considerada escandinava, ela precisa apresentar algumas características marcantes. Veja abaixo quais são:

Cores neutras

Os ambientes no estilo escandinavo são mais clean — e as principais “causadoras” dessa sensação são as cores neutras e claras. Como dissemos, isso é importante devido aos invernos rigorosos pelos quais esses países costumam passar. Assim, a luminosidade natural é favorecida com essas tonalidades.

As cores mais usadas são branco, cinza e rosé. Preto, candy colors e nudes também podem aparecer.

Porém, é fundamental sempre buscar tornar as decorações mais aconchegantes. Você poderá quebrar esse “gelo” investindo em elementos com aspecto envelhecido, criando um contraste bem interessante.

Iluminação

Com invernos longos e rigorosos, aproveitar a luz solar é uma tendência muito forte que não pode ficar de fora de uma decoração escandinava.

Embora as cores claras ajudem bastante, elas não devem estar restritas apenas às paredes e podem aparecer nos pisos e nos tetos.

Além disso, é importante espalhar pontos de luzes artificiais em alturas diferentes; por exemplo, por meio de luminárias.

Materiais

Se as cores mais frias tornam o ambiente pouco aconchegante, essa sensação é balanceada com o uso de materiais mais naturais, como a madeira, a pele e as plantas.

A madeira clara aparece compondo o mobiliário e trazendo mais aconchego. Para os pisos, tapetes grossos ajudam a esquentar. Sobre os móveis, mantas de lã ou de pele tornam tudo mais agradável.

No Brasil, onde o clima impede o uso desses materiais mais quentes, a sugestão é substituí-los por versões tropicais, como o sisal, o linho e o brim, que também têm texturas interessantes.

Minimalismo

Se tem um estilo que segue à risca a ideia de que “menos é mais”, com certeza esse é o escandinavo. O minimalismo recorre a uma arquitetura unitária, na qual materiais e elementos são somados para criar espaços simples e puros, economizando energia e recursos.

Assim, aposte em linhas retas, formas simples e funcionalidade, criando ambientes cleans, mas extremamente aconchegantes.

Evite o excesso de mobília e de objetos decorativos e, se possível, opte por ambientes integrados, com portas mais largas e sem paredes ou vigas barrando a circulação.

Para criar espaços no estilo escandinavo, pense sempre em modos de deixar a sua decoração mais minimalista, luminosa, clara, natural e integrada. E não se esqueça dos toques de personalidade; por exemplo, usando alguns detalhes em cores mais fortes e contrastantes.

O estilo escandinavo preza pelo bom gosto e pela elegância, sem sobrecarregar, criando ambientes modernos e funcionais.

Gostou dessas dicas? Aproveite e compartilhe o nosso post com seus colegas no LinkedIn e midias sociais!